Articles

'Paira no ar'

Uma bolha de tempo parecia flutuar e deixar tudo leve e transparente. Até aquele indeterminado caminhar de espera parecia flutuar no além do ar, lá bem depois de Marte ou qualquer outro astro distante.
Uma bolha no tempo a orbitar meus ouvidos e ruídos que me faz viajar a lugares fisicamente inexistentes, lugares que você e eu criamos através de pontes atemporais e  poeiras de estrelas remanescentes.
Uma bolha para o tempo de nossos ritmados momentos.
Tatiares

Quasi-inexistente

Havia uma relação estreita com a perfeição,
uma busca por esta satisfação.

Não a submetida aos códigos e pressões sociais,
mantinha uma relação estreita com a sua própria definição de perfeição,
aquela mais íntima, anexada aos seus próprios prazeres e valores.

Mas, ao longo dos dias, semanas, meses e espaços aleatórios de tempos vividos,
percebia que o perfeito mesmo só existe numa fração ínfima de um momento perdido.

Tatiares