mercredi 4 août 2010

Mulher? Moderna?

Virei pra ver o outro lado, o lado de lá,
toda a conexão desconecta e disléxica,
um mundo inteiro a martelar e picotar cabeças.


E tem quem pense que a vida é uma bagunça só!
Só é porque sacodem o balaio todo melado.
Quer porque quer e nem sabe o quê de fato,
pode ser mesmo a superficialidade, coisinhas falsas e carentes
com suas faces pintadas e sujas, sem rugas e cheias de nesgas,
vadias e queridinhas, oh, babies ocas...


Todo um mundinho pequeno
do tamanho da vontade de se entender mulher,
entorno de adornos frívolos,
tudo pela tara de ser La femme fatale,
a se mostrar pra todos, menos pra si.


Amor? Nunca viram. Só escutaram falar.
E acham que a vida é assim mesmo, bandida.


por Tatiares

1 commentaire:

  1. O nervosismo, a raiva, são sal e pimenta de boas verdades em um poema, você então descobriu o valor de ser mais de dez escritores num só, ninguem te taxa mais, ficam esperando seu temperamento, leitores ficam a olhar as variações, estas vem e vão, a inspiração é que não pode ficar a mercê do estilo, e pelo visto não esta ficando.

    RépondreSupprimer