mardi 15 novembre 2011

Faites attention

'e qualquer desatenção...'

Eis o que vejo:

o mundo está carente de atenção
o mundo só quer falar
carrega o peso de ser
fora do centro de gravidade
apoiado em gambas bambas.
O mundo não está atento
no esforço quotidiano desse girar eterno
desse pequeno e ínfimo ponto
nada visível a alguns anos luz
no vasto e ambíguo não —
não ser o mundo.
Egoísta mundo
                   Faz a tensão.

por Tatiares

1 commentaire:

  1. Se pensarmos como são os textos de filosofia, textos, grandes, muito escritos; hoje conseguimos uma leitura de poemas que são como este, poemas bons e que enredam boa filosofia sem ser academico. Os versos aqui, são de quem observa, logo, para quem se aventura obseervar o mundo é visivel a discrepância entre carentes de atenção e pessoas que fazem o contrário disso. Gosto de poemas assim. Gostei desse poema Tatiares.

    RépondreSupprimer